Produtores goianos devem contar com R$ 25 bilhões

Por Redação, Gmais Brasil 03/07/2021 - 18:19 hs

Os produtores rurais goianos deverão ter acesso a recursos de, aproximadamente, R$ 25 bilhões para o financiamento da safra agrícola 2021/2022. Disponíveis a partir desta quinta-feira (1º/07), e disponíveis para contratação até junho de 2022, os créditos serão oferecidos em diversas modalidades, como agricultura familiar, seguro rural, sustentabilidade e inovação. O valor é 8,9% superior ao contratado para a safra anterior.

Goiás é, atualmente, o quarto maior produtor de grãos no Brasil, atrás de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul. Para a safra de grãos 2020/2021, que deve se encerrar no mês de setembro, a previsão é de produção de 24,6 milhões de toneladas no Estado. Soja e milho são as principais culturas, com estimativa de produção de mais de 13,7 milhões de toneladas e 9 milhões de toneladas, respectivamente.

Nas culturas sorgo e girassol, Goiás lidera a produção nacional. No primeiro grão, a previsão é de produção de quase 1,2 milhão de toneladas na safra 2020/2021, crescimento de 7,3% em relação à safra anterior. No caso do girassol, a estimativa é de produção de 42 mil toneladas na atual safra, crescimento de 27,7% em relação à anterior.

Brasil
Em todo o País, a previsão é de R$ 251,22 bilhões no Plano Safra 2021/2022 para apoiar a produção agropecuária nacional, segundo informações do Ministério da Agricultura. O valor reflete um aumento de R$ 14,9 bilhões (6,3%) em relação ao plano anterior. O Tesouro Nacional destinou R$ 13 bilhões para a equalização de juros. Para a agricultura familiar, a previsão é de R$ 39,34 bilhões por meio do Pronaf, aumento de 19% em relação ao plano anterior. Os juros ao pequeno produtor ficarão entre 3% e 4,5%. Do valor reservado, R$ 21,74 bilhões são para custeio e comercialização e R$ R$ 17,6 bilhões para investimentos.

Para o médio produtor, no âmbito do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), foram disponibilizados R$ 34 bilhões, um aumento de 3% em relação à safra passada. São R$ 29,18 bilhões para custeio e comercialização e R$ 4,88 bilhões para investimento, com juros de até 6,5% ao ano.

Para 2022, a subvenção ao Prêmio do Seguro Rural será de R$ 1 bilhão. Com esse montante, será possível contratar, aproximadamente, 158.500 apólices, proteger 10,7 milhões de hectares e um valor total segurado de R$ 55,4 bilhões.

Com informações do site www.empreenderemgoias.com.br