Vitamedic de Anápolis, teria faturado no 'kit Covid' R$ 734 milhões só com ivermectina

Produtora de 'kit Covid' bancou anúncios de associação pró-tratamento precoce e que atua no gabinete paralelo

Por Redação, Gmais Brasil 17/07/2021 - 17:08 hs


Dados sigilosos da CPI da Covid no Senado revelam que a farmacêutica Vitamedic bancou a publicação em fevereiro de anúncios da Associação Médicos pelo Brasil em defesa do chamado tratamento precoce contra a Covid-19, tese sem respaldo na comunidade científica.

Os anúncios publicitários foram veiculados nos principais jornais do país e tinham como autor apenas o grupo Médicos pela Vida.

A peça defendia o tratamento precoce com o uso de cloroquina, ivermectina, zinco e vitamina D. Os remédios, à época, já eram descartados pelas comunidades científica e médica para o tratamento da doença.